HOME       ARTISTA      OBRAS      EXPOSIÇÕES/ NOTÍCIAS      ESTÚDIO/LIFE      VÍDEOS   CONTACTO

015_Ramadu.png

S’thule Sikhangele - Pintura Escrita por Dumisani ‘Ramadu’ Moyo

95 x 405,5 cm

Acrílico s/ tela

2005

S’thule Sikhangele Pintura Escrita por RAMADU

 

Eu imaginei o sofrimento das pessoas do meu país num Comboio a que chamo (O Comboio da Liberdade “na canção”) tido como refém pelo governo. Estas pessoas têm estado a viajar neste comboio em direcção à terra prometida desde que o país entrou numa crise política, económica e social. A viagem para a Liberdade, Humanidade, Democracia está cheia de obstáculos, tortura e corrupção. Através das janelas posso ver mulheres, crianças e homens, as suas caras tristes olhando para fora para a bela paisagem africana. Não vejo apenas caras tristes, mas algumas esperançosas, porque o destino da viagem é livre de corrupção, tortura, pobreza, fome e ilegalidade. É a terra prometida...!

 

Linhas de Orientação

Gostaria de ver caras tristes e esperançadas olhando para fora através das janelas fechadas e abertas do comboio.

Uma paisagem africana bela. Sugiro que procure as imagens da “Paisagem do Zimbabwe” na Internet e aí verá o que mais lhe interessar. Não sou muito rígido na escolha da paisagem. Se não encontrar nada de bom no Zimbabwe, então deverá tentar procurar as imagens de “Paisagem Africana” e então terá muito por onde escolher. Só terá de ser uma paisagem africana que encaixe no quadro que fizer, tão flexível quanto isso.

 

A cor principal do comboio deverá ser o castanho e a segunda cor deverá ser o amarelo. A amarelo deverá estar escrito “National Train of Freedom” (“Comboio Nacional da Liberdade”).

 

Dumisani “RAMADU” Moyo

Zimbabwe/Aústria, Julho, 2003